domingo, julho 21, 2024
InícioPrincipalPesquisa PREVCOV vai mapear incidência da Covid-19 no País

Pesquisa PREVCOV vai mapear incidência da Covid-19 no País

A Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCOV) vai mapear, com detalhes, a incidência da doença no Brasil.  O levantamento é realizado pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde e outras instituições?

Atualmente o estudo sorológico está na etapa de coleta de amostras dos participantes em várias regiões do país e a participação de cada voluntário é importante para montar esse mapa.

A pesquisa é voltada, principalmente, para a avaliação a prevalência da Covid-19 na população brasileira, em diferentes recortes geográficos. Os dados também permitirão cálculos mais precisos de indicadores de morbidade e de letalidade pela doença.

Mais de 211 mil pessoas serão convidadas a participar da pesquisa, em 274 cidades brasileiras. Para que os dados sejam coletados, é necessária a visita de um profissional contratado pelo Ministério da Saúde na casa dos participantes, que farão um exame de sangue, para identificar a presença de anticorpos da Covid-19.

A primeira etapa da pesquisa já foi concluída no dia 9 de agosto. O Ministério da Saúde selecionou pessoas que participaram da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – a PNAD COVID-19, produzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e fez um contato por telefone.

Os participantes que aceitaram participar foram entrevistados e a visita dos profissionais na casa deles foi agendada. Essa foi a primeira rodada da coleta de exames de sangue.

A segunda etapa está em andamento neste momento e deve terminar no dia 30 deste mês. Agora os profissionais do Grupo Pardini, laboratório contratado pelo Ministério da Saúde, farão o primeiro contato diretamente na residência para a coleta de quem quiser participar.  Portanto, não há contato prévio por telefone.

As pessoas que quiserem  participar, vão receber um termo de consentimento e menores de 18 anos devem ter autorização dos pais ou responsáveis. O Ministério da Saúde não exige nenhum código de confirmação no celular para cadastro na pesquisa.

 

 

 

 

Fonte: RNR
Foto: divulgação

 

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares