segunda-feira, fevereiro 26, 2024
InícioPolíticaAdesão à carta em defesa da democracia e das urnas chega a...

Adesão à carta em defesa da democracia e das urnas chega a 100 mil pessoas em 24 horas

Um dia após a divulgação da carta em defesa da democracia e do processo eleitoral, o número de signatários passou de 3 mil para 100 mil. A “Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito!” e a lista com os nomes foram divulgadas na terça-feira (26) no site da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP)

Além de personalidades como Chico Buarque, movimento recebeu nas últimas horas um engajamento de nomes como o da escritora e presidente interina da ABL Nélida Piñon, da atriz e imortal Fernanda Montenegro, dos ex-ministros do STF Joaquim Barbosa, dos cantores Gal Costa, Zélia Duncan, Maria Bethânia, dos atores Antonio Calloni e Bruno Gagliasso, do cineasta Fernando Meirelles, dos escritores Luís Fernando Veríssimo, Martha Medeiros e Djamila Ribeiro, dos historiadores Eduardo Bueno e Lilia Schwarcz, entre outros.

A carta diz que recentes “ataques infundados e desacompanhados de provas questionam a lisura do processo eleitoral e o Estado Democrático de Direito tão duramente conquistado pela sociedade brasileira”.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez diversos ataques contra as urnas eletrônicas,

As pessoas interessadas em assinar o documento poderão fazê-lo online pelos sites da Faculdade de Direito da USP, da Associação de Juízes Federais, Associação do Ministério Público e do Grupo Prerrogativas.

 

Com informações do site Bahia.ba

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares