quarta-feira, fevereiro 28, 2024
InícioNotícias da LapaDiretor de Cultura de Bom Jesus da Lapa fala sobre o cadastro...

Diretor de Cultura de Bom Jesus da Lapa fala sobre o cadastro da Lei Aldir Blanc

Lei Aldir Blanc: Cadastro em Bom Jesus da Lapa segue até 29 de outubro:  Em Bom Jesus da Lapa já estão abertas as inscrições para os benefícios destinados aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura no município. Durante entrevista à rádio NOVA LAPA FM 93,5 no jornal Nova Lapa, Carlos Fabiano Calheiro Teixeira, administrador, diretor de cultura de Bom Jesus da Lapa, Produtor Cultural e Conselheiro Suplente Estadual de Cultura falou sobre a importância do cadastro da Lei Aldir Blanc tanto para os artistas, quanto para o município, que terá nesta oportunidade, uma forma de elencar todos os fazedores de cultura da capital baiana da fé e que pode viabilizar projetos futuros para potencializar e desenvolver ações direcionadas para o entretenimento cultural.

Carlos Fabiano – Diretor de Cultura de Bom Jesus da Lapa Foto: Nova Lapa

Fabiano destacou que a procura no primeiro dia de cadastro foi satisfatória. “Os artistas têm procurado a Secretaria de Turismo para fazerem o cadastro que segue até dia 29 de outubro. Nós entendemos a importância desse cadastro e pedimos aos colegas artistas para que não deixem de fazer”, reforçou.

Por vários momentos, Fabiano pontuou que todos os fazedores de cultura deverão procurar a secretaria com os documentos em mãos, fotos das atividades culturais que desenvolvem de no mínimo, dois anos de atividade. As inscrições para o cadastro municipal de cultura do município somente devem ser feitas na Secretaria de Turismo de 13 a 29 de outubro no horário de 8h às 12h e das 14h às 17h. As categorias são as mais diversas possíveis, devendo se enquadrar dentro do perfil de provedores da cultura da Lapa no quesito espaços/pontos de cultura, agentes individuais (pessoas físicas), agentes e coletivos.

Quanto mais cadastros fizermos, mais chance teremos de buscar projetos para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à cultura lapense”, animou Fabiano.

O governo disponibilizou 3 bilhões de reais para ser aplicado na Lei Aldir Blanc. Esse valor será distribuídos entre os estados e municípios do Brasil. Bom Jesus da Lapa será contemplada com 500mil reais. “Os artistas foram os primeiros a sofrerem com a pandemia. Vejo nesta oportunidade, uma forma de dar um fôlego para retomarmos aos poucos, as nossas atividades culturais depois dessa dura pandemia”, definiu Fabiano, diretor de cultura de Bom Jesus da Lapa.

Para fazer o cadastro é preciso comprovar residência fixa no município e atividade cultural de no mínimo dois anos. A seleção será feita por uma comissão avaliadora que vai levar em consideração todos os critérios adotados.

Ainda de acordo com o Conselheiro Suplente Estadual de Cultura, Carlos Fabiano, até dezembro deste ano de 2021, tudo estará resolvido e os cadastros aprovados, contemplados com o benefício da Lei Aldir Blanc.

SOBRE A LEI: A lei de emergência cultural Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020) estabelece mecanismos e critérios para garantir apoio às trabalhadoras e trabalhadores da cultura e à manutenção de territórios/espaços culturais com atividades interrompidas por força da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares