quarta-feira, maio 29, 2024
InícioNotícias da LapaTragédia: Bebida mata três pessoas e quatro continuam hospitalizadas em Samavi

Tragédia: Bebida mata três pessoas e quatro continuam hospitalizadas em Samavi

Sete pessoas foram envenenadas dentro de um ônibus, nesta sexta-feira (20), quando deixaram o trabalho e retornavam para suas casas. Três morreram e quatro continuam em estado grave, após ingerirem bebida “envenenada” dentro do veículo que seguia de Santana para o povoado da Agrovila 2, em Serra do Ramalho.  De acordo com informações apuradas pelo portal Nova Lapa, a tragédia aconteceu por volta das 15h, próximo a fazenda Boa Vista, situada no povoado de Porto Novo.

Os passageiros intoxicados pela bebida envenenada foram: Anderson Santos das Neves de 30 anos; Elena Deziério Bispo, 51 anos; Soniele Alves da Silva (idade não informada) e Carina Cátia dos Santos de 21 anos seguem hospitalizadas na UPA 24 horas de Santa Maria da Vitória. Infelizmente o jovem Vitor Oliveira de Assis de 17 anos; Marcone Ferreira de Souza, 36 anos e Igor Gabriel Santos Conceição de 19 anos vieram a óbito.

Segundo informações da Polícia Militar, de acordo relatos de outros ocupantes do veículo, as vítimas teriam ingerido um bebida de procedência duvidosa achando que era cachaça, e que pouco tempo, depois de beberem o líquido, todos começaram a passar mal e foram desmaiando no interior do ônibus. Em seguida, forma levados imediatamente para a UPA 24 horas de Santa Maria da Vitória.

A Polícia Civil de Santa Maria da Vitória confirmou a informalização e disse que segundo consta, os trabalhadores da fazenda Boa Vista estavam na referida fazenda aguardando seus respectivos pagamentos pelos trabalhos realizados durante 20 dias, quando uma pessoa desconhecida, possivelmente um dos trabalhadores, trouxe uma garrafa com um líquido amarelado que aparentava ser cachaça e ofereceu aos demais colegas que estavam na parte de traz de um ônibus, as vítimas ao ingerirem o líquido do recipiente começaram a vomitar e caíram em convulsão. Houve uma comoção entre todos que presenciaram as cenas e  passaram a socorrer as vítimas. Um grupo de pessoas colocaram as vítimas no ônibus e os conduziram para a unidade de saúde.

Há a suspeita de que o líquido tenha metanol um biocombustível muito utilizado nas indústrias químicas como solvente e também como componente para fabricação de diversos produtos. O metanol, também chamado de álcool metílico e hidrato de metilo, é um biocombustível altamente inflamável e tóxico.

Conforme o caso, a delegacia de São Félix do Coribe formou-se uma equipe de policiais a fim de localizarem o possível autor, e conduziram um homem de iniciais (C.M.S) com o objetivo de esclarecer a situação, embora ainda não foi adiantado detalhes do depoimento do conduzido

 

 

 

Com informações do Alerta Bahia

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares