sexta-feira, fevereiro 23, 2024
InícioNotícias da LapaOfício das Dores de Nossa Senhora é presidido pelo bispo diocesano.

Ofício das Dores de Nossa Senhora é presidido pelo bispo diocesano.

Da Redação
Nova Lapa FM

O bispo da Diocese de Bom Jesus da Lapa, Dom João da Silva Cardoso, presidiu na manhã deste sábado Santo (03), o Ofício das Dores de Nossa Senhora, no Santuário Bom Jesus. Durante o rito, disse o celebrante: “O sábado Santo é marcado pelo profundo silêncio, devido a ausência do Nosso Senhor Jesus Cristo, que jaz no Sepulcro”, destacou o dom João, durante transmissão ao vivo, pelas redes sociais do Santuário.

De acordo com o bispo, o Santo sábado é um dia que os católicos se dedicam para rezar e meditar com Maria. “Hoje a Igreja recomenda também que os fiéis cultivem durante todo o dia um clima orante, favorável à meditação e oração. É um dia de preparar para se aproximar do Sacramento da Penitência para depois viver as festas pascais.  Em seguida, advertiu o bispo: “Quem tiver oportunidade, deve aproximar do Sacramento da Reconciliação para celebrar a Páscoa do nosso Senhor Jesus Cristo”.  

Ao fazer referência às dores de Nossa Senhora, o epíscopo lembrou o momento em que Maria, aos pés da Cruz se manteve forte, mesmo diante de tanta dor. “Não há maior dor para uma mãe do que presenciar um filho sendo destruído pela violência, prepotência, humilhação, maldade, sendo escrachado, desmoralizado publicamente sem nenhuma culpa”, disse dom João. Ao continuar o líder da Igreja Local de Bom Jesus da Lapa destacou que quando tudo estava para ser consumado, ainda ali no Calvário, o Filho, do alto da Cruz, disse à sua mãe que estava com o coração transpassado pela dor: “Mulher, eis aí teu filho”, se referindo ao apóstolo amado. E Maria de pé, mostrou-se digna, forte e esperançosa. “Com grande dignidade e resiliência enfrentou tudo”, afirmou dom João, pontuando: “ É essa a postura que devemos ter em nossa vida. Devemos nos manter de pé diante dos obstáculos sempre confiantes. Pois entendemos que a vida é maior e mais forte do que a morte, sobretudo em tempo de pandemia”.

Ao final do Ofício das Dores de Maria, orientou: “Na expectativa da ressurreição do Senhor, vivamos uma vida santa”.

Imagem: Tv Web Bom Jesus

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares