No dia do Médico, Ministério da Saúde lança programa SOS de Ponta

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante o lançamento do Programa SOS de Ponta - Capacitação nas Urgências e Emergências do Brasil.

Meta é qualificar 10 mil profissionais que fazem atendimentos de urgência e emergência nas unidades de saúde.  O Ministério da Saúde vai investir 14 milhões de reais na qualificação de profissionais que fazem atendimentos de urgência e emergência nas unidades de saúde.

Os recursos serão usados para criar 10 mil vagas no Programa SOS de Ponta. A cerimônia de lançamento do programa ocorreu nesta segunda-feira, 18 de outubro, em comemoração ao Dia do Médico.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o objetivo é capacitar esses profissionais para fortalecer ainda mais a atuação do SUS no atendimento a pacientes em situações de urgência, emergência e catástrofes.

As aulas serão presenciais e a distância, para médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas e profissionais da Força Nacional do SUS.

Os cursos oferecidos pelo Programa SOS de Ponta são: Suporte Básico de Vida; Suporte Avançado de Vida Cardiovascular; Suporte Avançado de Vida em Pediatria; Suporte Pré-Hospitalar no Trauma e Suporte Avançado de Vida no Trauma e Ventilação Mecânica.

O programa também vai oferecer cursos de pós-graduação latu sensu. O início das aulas está previsto para dezembro.

 

Fonte: RDN

Artigo anteriorEm Portugal, vice-governador busca ampliar cooperação e relações comerciais entre o país e a Bahia
Próximo artigoAcidente com três carros faz três vítimas fatais em Bom Jesus da Lapa