sexta-feira, março 1, 2024
InícioNotícias da LapaMoradores do Quilombo Barrinha pedem socorro!

Moradores do Quilombo Barrinha pedem socorro!

Na manhã deste sábado (14), moradores do Quilombo Barrinha pedem socorro. Eles reivindicam o desmatamento de áreas de proteção permanente, aterramento dos braços do Rio São Francisco, além, do trânsito desordenado de máquinas e veículos.

Os quilombolas informam que já foram à Defensoria do Estado da Bahia, ao Ministério Público e à Prefeitura de Bom Jesus da Lapa, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, mas segundo os manifestantes, até o momento nada foi feito em favor do povo quilombola da Barrinha.

Em entrevista ao Portal Nova Lapa FM, Lucineia Pereira de Souza, uma das representantes do movimento disse que está insustentável a situação vivenciada por eles, ali no quilombo.

O INEMA fiscalizou a comunidade, porém, as exigências determinadas não foram respeitadas. Os fazendeiros – proprietários de áreas na comunidade, como donos dos loteamentos, não estão preservando as áreas. “O velho Chico está morrendo, só não enxerga quem não quer. E nós quilombolas e ribeirinhos não queremos que isso aconteça. A gente sobrevive desse rio que é nosso pai e nossa mãe. Nós queremos que respeitem e preservem essa área que sempre preservamos. Nossos antepassados sempre cuidaram e hoje, está acabando por causa da imprudência de quem não vê isso. É um desrespeito, uma tragédia toda a área que já foi desmatada”, disse indignada, uma das moradoras da comunidade, ao afirmar que o desmatamento é justamente nas áreas de proteção permanente.

O Tenente Fernando da Polícia Militar, dialogou com as pessoas que estavam à frente do movimento. Na instrução, o militar falou da importância do direito de ir e vir que é um direito garantido na Constituição Federal.

Orientou o posicionamento da polícia na mediação de conflitos. Endossou que é um órgão que trabalha para garantir que a lei seja cumprida e a segurança de todos, resguardados. “Nós trabalhos para cumprir que a sociedade viva em harmonia”.

A manifestação foi pacífica.

 

Fotos: Portal Nova Lapa FM

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares