Governo da Bahia nega aplicação de doses vencidas no estado

Por meio da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o governo da Bahia afirmou, nesta sexta-feira (2), que não aplicou doses vencidas em todo o território baiano. A Secretaria de Saúde do município de Salvador (SMS) também se manifestou sobre o assunto.

Em reportagem publicada na Folha de São Paulo, nesta sexta, foram revelados os dados do Ministério da Saúde sobre o envio de lotes com doses da vacina AstraVeneza fora do prazo de validade. A capital baiana teria aplicado mais de 800 doses. Em nota, a Sesab também negou os rumores da aplicação de doses fora da data de validade em outros municípios do estado, “a exemplo de Juazeiro, como está sendo erroneamente divulgado”.

Confira a nota na íntegra: “A Secretaria da Saúde do Estado esclarece que não houve aplicação de doses de vacina contra Covid-19 com data de validade vencida em Salvador e outros municípios, a exemplo de Juazeiro, como está sendo erroneamente divulgado. Conforme explica a superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa), Rívia Barros, os imunizantes foram aplicados no prazo de validade, mas a notificação, ou seja, o registo no sistema do Ministério da Saúde ocorreu depois da data de vencimento da vacina. A Sesab acrescenta que pode também ter acontecido um erro de digitação no sistema do MS”.

 

 

Fonte: Bahia.ba
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Artigo anteriorCerimônia simbólica do 2 de Julho destaca batalha contra a Covid-19
Próximo artigoMutirão de Vacinação inclui pessoas a partir de 41 anos em Bom Jesus da Lapa