quarta-feira, julho 24, 2024
InícioEsporteFlamengo perde mais da metade dos sócios torcedores durante a pandemia

Flamengo perde mais da metade dos sócios torcedores durante a pandemia

Desde que a pandemia do coronavírus tomou conta do mundo, o Flamengo tem muita dificuldade para acertar suas contas. Isso porque, além do elenco milionário que possui, o Mais Querido perdeu muito em bilheteria e, principalmente, sócios torcedores. Ao longo do período, o Mengo já não tem mais da metade da renda de seu programa de ST, e os números seguem em queda livre.

Vale destacar que, no melhor momento do clube em 2019, após as conquistas do Brasileirão e da Libertadores, o Rubro-Negro tinha 125 mil sócios torcedores. Assim, o Fla tinha a segunda melhor marca do Brasil em números e estava perto do primeiro colocado. No entanto, com a pandemia e o afastamento do público dos estádios, muitos torcedores do Flamengo decidiram cancelar o programa, visto que usam exclusivamente para comprar ingressos.

CONFIRA OS NÚMEROS DO FLAMENGO ANTES E DEPOIS DA PANDEMIA:
2019: 125.242 sócios
2020: 50.392 sócios
2021 (atualmente): 58.774

Dessa forma, o Mais Querido perdeu muito em caixa para os cofres do clube. Em meio ao período pandêmico, o Flamengo precisou realizar algumas contratações de peso, como Pedro e Thiago Maia e tudo ficou muito apertado. Além disso, como mencionado, a diminuição dos sócios, atrelado aos problemas de bilheteria, fizeram com que o Mengo perdesse mais de 100 milhões de reais em verbas que seriam direcionadas para reforços.

 

Fonte: Coluna do Fla
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Notícias Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares